O treinamento que te impulsiona é comportamental

Atualizado: Mar 1

Treinamento comportamental não é sobre como as pessoas obtêm conhecimento e experiência, mas como usam essas habilidades. Entenda melhor a importância de trabalhar seus comportamentos nesse artigo

Vamos supor que você é gestor de uma equipe e precisa que todos aprendam a dirigir automóveis. Você pode oferecer três tipos de treinamentos:

Treinamento teórico - baseado na aprendizagem e acúmulo de conhecimento. Com um treinamento cognitivo se obtém as informações necessárias para o aprendizado. Onde ficam os pedais e o volante do carro, para que servem e como devem ser usados. Aprendemos sobre as leis de trânsito e por que elas são importantes.


Treinamento prático - que consiste em aplicar o conhecimento adquirido com o objetivo de que se torne uma habilidade. Vamos praticar usando o volante e os pedais para dirigir o automóvel, nos guiando pelas sinalizações de trânsito.


Treinamento comportamental - que ensina a aplicar a teoria e a prática em diferentes tipos de situações, aproveitando o perfil de cada membro da sua equipe para que dirijam os automóveis conforme suas ênfases e virtudes. Assim, o estilo de condução será mais eficaz para cada uso em sua empresa. Diferentemente do teórico e do prático, que podem ser esquecidos, o treinamento comportamental permeia o indivíduo, fazendo ele incorporar os hábitos adquiridos, de forma que se tornem seu estilo de vida. Por esse motivo, os bons treinamentos comportamentais devem incluir responsabilidade, integridade, disciplina, autocontrole e autodomínio.

Opa! Treinamento comportamental não é oferecido quando vamos tirar nossa habilitação. Será por isso que temos 5 mortes por hora no Brasil em acidentes de trânsito?

Bem, se desenvolvimento comportamental é ausente no governo e no ensino acadêmico, mas de extrema importância - como afirma o Fórum Econômico Mundial neste documento -

as organizações e os indivíduos devem buscar informação e experimentar essa maneira de se focar e alcançar às metas estabelecidas.


Treinamento comportamental não é sobre como as pessoas obtêm conhecimento e experiência, mas como usam essas capacidades. Como gerenciam as emoções por meio da tomada de consciência. Como buscam a conexão com a ambição, motivação e personalidade. A capacidade de liderança e autoliderança não é determinada por meio do conhecimento (teoria) e da experiência (prática), por mais que estes sejam importantes.


É fácil entender então, que a inteligência emocional e a pró-atividade são atributos essenciais para lidar com os desafios do século XXI, onde as mudanças ocorrem com grande velocidade, tendo impacto direto no nascimento e morte de profissões e carreiras.


Veja abaixo quais são as 10 habilidades do futuro - todas comportamentais - que o Fórum Econômico Mundial elencou para estarem presentes nos profissionais em 2020, uma vez que, com a Inteligência Artificial, os robôs poderão aprender quase qualquer competência técnica:


1 - Resolução de problemas complexos

De acordo com o relatório, 36% das atividades em todos os setores da economia deverão exigir solução de desafios complicados.


2 - Pensamento crítico

Uso eficaz da lógica e do pensamento racional para identificar alternativas e novas abordagens para solução de problemas.


3 - Criatividade

Libere as ideias! Robôs ainda tem dificuldades em apresentar concepções inusitadas e incomuns.


4 - Liderança e gestão de pessoas

A capacidade de motivar, desenvolver pessoas e de identificar talentos é a parte mais destacada pelo relatório do Fórum Econômico Mundial.


5 - Trabalho em equipe

Para líderes, é uma competência crítica. Coordenação é uma das características que especialistas apostam como obrigatórias.


6 - Inteligência emocional

Gestão das emoções é a habilidade que faz profissionais passarem por crises com serenidade, mas mantendo a garra.


7 - Julgamento e tomada de decisões

Um bom líder tem habilidade de julgar um cenário e analisar o clima, dando o melhor parecer de acordo com a situação.


8 - Orientação para servir

Pensamento focado nos outros, e não em si, é vista como uma característica indispensável ao trabalho em equipe.


9 - Negociação

Habilidade de negociação e conciliação de diferenças são destaques dos profissionais de sucesso, de acordo com o Fórum Econômico Mundial.


10 - Flexibilidade cognitiva

É a capacidade de se manter atualizado e se adaptar para aprender informações novas e de diferentes áreas.


Seja como o bambu. Incline-se diante do vento sem quebrar e...

Tenha um bom dia, todos os dias!

0 visualização
CONTATO

Av. dos Parques, 45

Alphaville, SP - 06544-300

​​

WhatsApp: (11) 9 5602 1120

Youtube: Aqui Tem Negócio

Instagram: @ricardo.ricchini

Linkedin: ​Ricardo Ricchini

Facebook: Ricchini Consultoria e Treinamentos

©Ricchini - Consultoria e Treinamento