7 níveis de felicidade

Atualizado: Mar 1

Hoje em dia é mais fácil enxergar felicidade na propaganda do refrigerante ou da operadora de celular que em nossas vidas. A correria diária nos impede de dar atenção a tudo que gostaríamos e acabamos ficando em transe no momento mágico do comercial, que projeta nosso deleite da maneira que o neuromarketing determinou.

"TV acrescenta muito à felicidade da família. Há mais diversão na televisão do que em qualquer outro entretenimento compartilhado pela família". Texto da propaganda de 1951

Como fazer para tirar essa alegria da tela e trazer para a realidade?


Uma alternativa eficaz é parar de focar em apenas uma área da vida. Ou, ao contrário, parar de deixar algumas áreas da nossa vida de lado.

Quer saber como alcançar o próximo nível de evolução? Acompanhe o artigo até o fim que vou passar 5 exercícios práticos!

Nos treinamentos, palestras e workshops que ministro, didaticamente compartimentalizo a vida em 7 áreas. E proponho buscar harmonia entre elas. É dessa forma que conseguimos encontrar a qualidade de vida que queremos e o resultado que buscamos, de forma acelerada e sustentável.


Isso foi verdade aplicada em minha vida antes de ser ensinada aos outros, posteriormente validada com centenas de treinandos.


Essas áreas da vida podem ser identificadas como:


1 - Saúde e qualidade de vida

Nossas necessidades básicas para viver uma vida digna. É ser saudável, dormir e se alimentar bem. Se provocar fazendo atividades para atingir uma boa forma física, mas sabendo o momento de puxar o freio e regenerar as energias.


Essa é uma área de grande importância, pois determina todas as outras. Sem saúde não há como ter equilíbrio. Mas o vigor físico também depende das outras áreas. Continue acompanhando.


2 - Finanças e prazeres

Se não encontramos felicidade dentro de nós, a tendência é buscarmos fora. Nos tornamos desejosos do que é fácil obter, como alimentos calóricos e roupas no shopping. Nos tornamos desejosos do que é difícil obter. Perigosamente podemos seguir inconscientes por esse caminho acumulando dívidas por financiar um estilo de vida ilusório.


O que nos motiva hoje em dia? São nossos propósitos, nossos prazeres ou o que queremos mostrar aos outros? Se não tem nada de errado em desejar, por que perdemos tão rapidamente o interesse assim que conquistamos o objeto de desejo?


3 - Gestão do tempo

Trata-se do nosso comprometimento pessoal e profissional. Como lidamos com os afazeres diários e a capacidade de organização para colocar em prática o que sabemos fazer, no prazo estipulado. Tem a ver com nossa habilidade de distribuir a nossa energia de acordo com a urgência e importância do que precisa ser feito. O prêmio? Que tal ter um ou dois dias na semana para não fazer nada e apenas descansar?


Uma gestão ineficiente do tempo nos impede de ganhar mais dinheiro e nos afasta da vida saudável, além de complicar nossos relacionamentos...


4 - Relacionamentos

Paz e harmonia duradoura nas relações é uma realização de poucos. A pressão do cotidiano nos afasta de quem amamos e a insegurança ou orgulho coloca obstáculos no caminho da reaproximação.


Com a família, com os amigos, colegas de trabalho, clientes, chefes e subordinados. Com todos ou alguns eles, queremos ter razão ao ponto de desgastar as relações, ou preferimos o acordo para sermos felizes?

A pressão do cotidiano nos afasta de quem amamos e a insegurança ou orgulho coloca obstáculos no caminho da reaproximação

5 - Vocação e expressão

Vocação é uma linda palavra cuja origem une voz e coração. Com esta área saudável e equilibrada, temos a tendência de atrair uma profissão que corresponde aos nossos talentos naturais. Quando a voz sai da boca, das palavras escritas e da nossa linguagem corporal, é graciosa, estável e agregadora.


A falta de equilíbrio nessa área nos faz ser arrogantes ou introspectivos. Nubla nosso chamado e esconde nossas aptidões.


6 - Entendimento e razão

É a maneira como a vida soa para nós. Nossa compreensão da existência e posicionamento em relação a ela de forma que pareça lógica. Nossa determinação para trilhar o caminho da Verdade.


Qual a minha capacidade para aprender coisas novas? Qual minha capacidade de ver a vida do ponto de vista das outras pessoas? Se essas faculdades estiverem atrofiadas, nossa percepção diminui.


7 - Autoconhecimento e consciência

Qual é a minha essência? Qual o meu propósito de vida? Qual o legado que eu vou deixar para a sociedade? Como eu observo os desafios de harmonizar as áreas da vida sem me envolver?


É fácil notar que se bloquearmos a fluidez de uma dessas áreas, colocamos em risco todas as outras.


Da mesma forma, dar atenção apenas a uma área por muito tempo prejudica todo o sistema, o que é ineficiente e sem sentido.


Todos conhecem aquela fase do adolescente que se apaixona e deixa todo o resto de lado. É um foco excessivo na área de relacionamentos. E o chefe de família que se esforça para ter mais dinheiro e não vê os filhos crescerem ou não dá atenção ao cônjuge?


São situações comuns, das quais nos consideramos vítimas. Mas a verdade é que estamos sugando energia das outras áreas para sustentar a que damos ênfase. Pode até ser que a questão dessa área seja sanada, mas a longo prazo desenvolvemos problemas em todas as outras que não tivemos zelo. O método de compartimentalizar os níveis energéticos da vida e dar atenção similar em todos é um caminho seguro para encontrar harmonia.

Enquanto não buscamos o equilíbrio, estamos sugando a energia das outras áreas da vida para sustentar a que estamos dando ênfase

Como equilibrar as 7 áreas e encontrar a felicidade?

A autoliderança ocorre com o entendimento intelectual desse sistema, completamente apoiado por práticas simples que vão progredindo em frequência e intensidade, de maneira a obtermos flexibilidade em todas as áreas, equilibrando-as.


Se somos flexíveis, podemos entender alguma ênfase como um período temporário consciente, que rapidamente tende ao equilíbrio. E a observação disso não só evita o sofrimento, como nos impulsiona a estabilidade.


Pequenas provocações

  • Levar frutas para o trabalho pode diminuir o impulso por doces ou biscoitos?

  • Caminhar no parque com a família pode evitar gastos desnecessários no Shopping?

  • Investir 15 minutos por dia em um livro, diminuindo o mesmo tempo no Instagram parece produtivo?

  • Parar de reclamar pode melhorar seus relacionamentos?

  • Uma prática diária de meditação pode me aproximar da minha vocação, do meu entendimento de vida e de uma rotina mais espiritualizada?


Meditação é uma base importante do treinamento de auto liderança

Quando cuidamos de todas as áreas da vida, conseguimos resolver problemas com menos esforço, pois a tendência é que o equilíbrio não deixe nenhum desafio se tornar muito grande.


“Se for capaz de resolver um só problema completamente – não importa qual seja – será capaz de enfrentar e resolver facilmente todos os demais”

Jiddu Krishnamurti



Tenha um bom dia, todos os dias!

24 visualizações
CONTATO

Av. dos Parques, 45

Alphaville, SP - 06544-300

​​

WhatsApp: (11) 9 5602 1120

Youtube: Aqui Tem Negócio

Instagram: @ricardo.ricchini

Linkedin: ​Ricardo Ricchini

Facebook: Ricchini Consultoria e Treinamentos

©Ricchini - Consultoria e Treinamento